A chegada do verão exige cuidados com os animais de casa, que também sofrem com as temperaturas altas da estação. Se os dias quentes são convidativos a passeios ao ar livre, viagens e brincadeiras na água, o bem-estar do seu bichinho requer atenção redobrada dos donos.

cachorro no calor

 

Uma das recomendações mais básicas dos veterinários é o horário da ida ao parque, que deve ser sempre em temperaturas mais amenas. O sol forte castiga o cão, que pode sofrer fadiga, desidratação e até queimadura nos coxins, aquelas almofadinhas das patas. Durante o programa, é importante fazer pausas para hidratação e descanso na sombra.

Cães de focinho curto, como pugs e buldogues, são raças que têm, por natureza, maior dificuldade na transpiração e, portanto, sofrem mais com o calor. Seja cauteloso e fique atento ao ritmo da corrida. Em vez de pedalar e puxar seu cão pela coleira, prefira andar ao lado dele, evitando forçar demais o ritmo da atividade.

Leia mais…

Bookmark and Share
1 – Bairro
Uma boa localização é fundamental para se determinar o valor de um imóvel. Aqueles muito afastados do centro valem menos, e aqueles próximos de avenidas importantes valem mais (estar localizado na própria avenida, no entanto, pode ter o efeito contrário por causa do barulho excessivo). Isso vale tanto para um imóvel colocado para aluguel como para venda
portabilidade de credito
2- Planta
A planta do imóvel e a forma como os cômodos são distribuídos valorizam principalmente imóveis colocados à venda, mas não muito aqueles que serão alugados. Alterações muito significativas na planta original do apartamento tendem a desvalorizar o imóvel, porque o comprador geralmente quer deixar o lugar com o seu jeito
3 – Móveis embutidos
Armários embutidos podem valorizar o imóvel que está para ser alugado. Mas nem sempre isso vai acontecer com um que está à venda. Isso porque quem procura imóvel para comprar prefere dar a sua cara ao lugar, uma vez que espera ficar lá por muito tempo
4 – Documentação

Se a ideia é colocar o imóvel à venda, é fundamental que sua documentação esteja regularizada. Uma documentação enrolada ou com algo pendente desvaloriza o imóvel e faz com que muita gente desista da compra

5 – Vista

Apartamentos de mesmo tamanho e localizados no mesmo prédio têm valores diferentes porque existem fatores que impactam no preço, como entrada de iluminação natural e vista. Se as janelas dão para o prédio vizinho, por exemplo, isso desvaloriza o imóvel; imóveis em que a luz natural não bate diretamente também costumam valer menos

6 – Manutenção

A falta de manutenção em pias e torneiras e a umidade nas paredes prejudicam o imóvel e o desvalorizam. De nada adianta ter um armário embutido, por exemplo, se o estado do móvel é ruim.

7 – Área de lazer

Áreas de lazer com muitas opções costumam agradar a famílias com crianças. Casais de idosos e executivos, por outro lado, não tendem a se importar muito com elas. Assim, a valorização das áreas de lazer vai depender muito do perfil do interessado no imóvel

8 – Aparência externa

O bom estado de conservação da fachada da casa ou do prédio valoriza o imóvel. Pichações, grama alta e falta de pintura, por outro lado, dão a impressão de descuido e abandono, e ajudam a desvalorizar o espaço

9 – Segurança

Imóveis localizados em bairros com alto índice de criminalidade, com muitos casos recentes de assaltos e roubos de carros, por exemplo, costumam valer menos

10 – Beleza da região

Para pessoas de renda mais alta, a beleza da região em que o imóvel está localizado, o fato de ser arborizado e o perfil da vizinhança valorizam o imóvel. Para a classe média e a renda mais baixa, não são determinantes

11 – Transporte público

Facilidade de condução pode valorizar e desvalorizar um imóvel, dependendo do tipo de morador a que ele é destinado. Corredores de ônibus e estações de metrô atraem mais compradores de classe média e baixa. Mesmo assim, pouca gente quer tudo isso na porta de casa; a valorização é maior se estiver no entorno

12 – Enchente e favela

Prédios localizados em ruas que sofrem com enchentes têm imóveis menos valorizados. A proximidade com casas de detenção, favelas e outros locais que possam aumentar a sensação de insegurança também desvalorizam o imóvel

13 – Supermercados e outros serviços

Imóveis de padrão médio e econômico são mais valorizados se contarem, em sua proximidade, com supermercados, farmácias, escolas e outros serviços. Em imóveis de alto padrão, valoriza-se mais a proximidade com estabelecimentos nobres, como shopping centers, restaurantes, faculdades e parques

14 – Feira livre

A busca por alimentação saudável aumentou o charme das feiras livres e elas tendem a ser valorizadas pelos consumidores. Mas o ideal é que a feira esteja em suas próximas; se estiver na frente de casa, isso é motivo de desvalorização.

Fonte: Uol
Bookmark and Share

Quem tem ar condicionado em casa sabe que ele é um ótimo aliado para manter o ambiente refrescante, mas também pode ser um meio de propagação de doenças pelo ar, causando reações alérgicas e crises de rinite, sinusite e outros problemas.

Quando isso ocorre, é sinal de que existe acúmulo de sujeira no filtro e paredes internas do condicionador de ar, o que cria um ambiente perfeito para a proliferação de ácaros, fungos e bactérias. A falta de limpeza do ar condicionado também prejudica o aparelho, gerando ruídos, falhas na climatização e aumento do consumo de energia.

Para que você melhore a qualidade do ar no ambiente e aumente a durabilidade do equipamento, vamos dar algumas dicas sobre como limpar o ar condicionado. Antes de começar, desligue o ar condicionado e retire o plugue da tomada.

Dicas de limpeza de ar condicionado

Se você tiver um ar condicionado split, remova o painel frontal e limpe-o com um pano seco e macio, mas se o painel estiver muito sujo, lave-o com água morna (abaixo de 48º C). Espere secar e vá par condicionadoara o filtro, o próximo item da limpeza do ar condicionado.

Desencaixe o filtro de ar da unidade interna e limpe-o com um aspirador de pó, a não ser que esteja com sujeira muito evidente. Nesse caso, você pode usar ainda água morna e detergente neutro. Depois de seco, reinstale o filtro e feche o painel para a limpeza do ar condicionado ser finalizada.

O procedimento de limpeza do ar condicionado de parede (ou janela) não é muito diferente. Limpe o painel frontal com pano seco e macio ou utilize um aspirador de pó. Para limpar o filtro desse condicionador de ar, remova-o da unidade interna e retire a sujeira com aspirador de pó ou água e sabão. Espere secar e recoloque-o na posição original.

Continue lendo…

Bookmark and Share

O preço médio dos imóveis em novembro cresceu menos que a inflação, segundo pesquisa divulgada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e pelo portal ZAP Imóveis. Nas 20 cidades pesquisadas, o aumento do Índice FipeZap foi de 0,45% – valor menor que a variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 0,59% esperada para o mês. Isso quer dizer que o preço dos imóveis cresceu menos que a inflação entre outubro e novembro, o que significa queda em termos reais.

casa propria
No acumulado do ano, os imóveis tiveram pequeno aumento real, acompanhando o ritmo de desaceleração dos últimos meses. Nos primeiros 11 meses de 2014, a alta do FipeZap foi de 6,35%, valor 0,68 ponto percentual superior ao IPCA do período (considerando a expectativa de inflação no mês de novembro apurada pelo boletim Focus / Banco Central).

Continue lendo…

Bookmark and Share

Nem sempre as causas da escassez de recursos naturais no planeta têm origem em decisões perversas da política e em interesses financeiros. Cada um de nós também tem sua parcela de culpa. E quando o assunto é o uso da água como recurso natural, essa culpa é bem grande. Veja algumas dicas de como não desperdiçar um bem tão precioso nas diversas atividades dentro da própria casa.

Água

Vazamentos
Uma torneira mal fechada pode desperdiçar 46 litros de água em um dia. Com uma abertura de 1 ml, o fiozinho de água escorrendo será responsável pela perda de 2068 litros de água em 24 horas. No caso de vazamentos em vasos sanitários, verifique se há água escorrendo. Para isso, jogue cinzas, talco ou outro pó fino no fundo da privada e observe por alguns minutos. Se houver movimentação do pó ou se ela sumir, há vazamento. Outra forma de detectar um vazamento é através do hidrômetro (ou relógio de água) da casa. Para tanto, siga os seguintes passos:

1. Feche todas as torneiras e desligue os aparelhos que usam água na casa (só não feche os registros na parede, que alimentam as saídas de água).

2. Anote o número indicado no hidrômetro e confira depois de algumas horas para ver se houve alteração ou observe o círculo existente no meio do medidor (meia-lua, gravatinha, circunferência dentada) para ver se continua girando.

3. Se houver alteração nos números ou movimento do medidor, há vazamento.

4. Caso seja viável, instale redutores de vazão em torneiras e chuveiro.

Banho
Ao ensaboar-se, feche as torneiras. Não deixe a torneira aberta enquanto ensaboa as mãos, escova os dentes ou faz a barba. Evite banhos demorados. Reduzindo 1 minuto do seu banho você pode economizar de 3 a 6 litros de água. Imagine numa cidade onde vivem aproximadamente 2 milhões de habitantes. Poderíamos ter uma economia de, no mínimo, 6 milhões de litros.

Vaso sanitário
Quando construir ou reformar, dê preferência às caixas de descarga no lugar das válvulas; ou utilize aquelas de volume reduzido. Não deixe a descarga do banheiro disparar (no caso de acionados por válvulas).

Torneiras
Instale torneiras com aerador (“peneirinhas” ou “telinhas” na saída da água). Ele dá a sensação de maior vazão, mas, na verdade, faz exatamente o contrário.

Louça
Lave as louças em uma bacia com água e sabão e abra a torneira só para enxaguar. Use uma bacia ou a própria cuba da pia para deixar os pratos e talheres de molho por alguns minutos antes da lavagem, pois isto ajuda a soltar a sujeira. Utilize água corrente somente para enxaguar.

Verduras
Para lavar verduras use também uma bacia para deixá-las de molho (pode ser inclusive com algumas gotas de vinagre), passando-as depois por um pouco de água corrente para terminar de limpá-las.

Roupa
Lave de uma vez toda a roupa acumulada. Deixar as roupas de molho por algum tempo antes de lavar também ajuda. Ao esfregar a roupa com sabão, use um balde com água, que pode ser a mesma usada para manter a roupa de molho. Enquanto isso, mantenha a torneira do tanque fechada. Enxagüe também utilizando o balde e não água corrente. Se você tiver máquina de lavar, use-a sempre com a carga máxima e tome cuidado com o excesso de sabão para evitar um número maior de enxágües. Caso opte por comprar uma lavadora, prefira as de abertura frontal que gastam menos água que as de abertura superior.

Jardins e plantas
Regar jardins e plantas durante 10 minutos significa um gasto de 186 litros. Você pode economizar 96 litros se tomar estes cuidados:

– Regue o jardim durante o verão pela manhã ou à noite, o que reduz a perda por evaporação;

– Durante o inverno, regue o jardim em dias alternados e prefira o período da manhã;

– Use uma mangueira com esguicho tipo revólver;

– Cultive plantas que necessitam de pouca água (bromélias, cactos, pinheiros, violetas);

– Molhe a base das plantas, não as folhas;

– Utilize cobertura morta (folhas, palha) sobre a terra de canteiros e jardins. Isso diminui a perda de água;

Água da chuva
Aproveite sempre que possível a água de chuva. Você pode armazená-la em recipientes colocados na saída das calhas ou na beirada do telhado e depois usá-la para regar as plantas. Só não se esqueça de deixá-los tampados depois para que não se tornem focos de mosquito da dengue!

Carro
Substitua a mangueira por um balde com pano para retirar a sujeira do veículo. Lavar o carro com a torneira aberta é uma das piores e mais comuns maneiras de desperdiçar água.

Calçada
Evite lavar a calçada. Limpe-a com uma vassoura, ou lave-a com a água já usada na lavagem das roupas. Utilize o resto da água com sabão para lavar o seu quintal. Depois, se quiser, jogue um pouco de água no chão, somente para “baixar a poeira”. Para isto, você pode usar aquela água que sobrou do tanque ou máquina de lavar roupas.

Mobilize seus amigos e vizinhos
Se você more em apartamento, estimule seus vizinhos a economizar água e cobre vistorias do condomínio. Assim você gasta menos e ainda ajuda o meio ambiente.

Fonte: Idec.org.br

Bookmark and Share

Uma decisão tomada nesta terça-feira (25) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve contribuir para reduzir o custo da energia no país e, em consequência, aliviar os altos reajustes nas contas de luz esperados para os próximos anos no Brasil. A diretoria da agência aprovou a redução do preço máximo a ser cobrado pela energia negociada no chamado mercado à vista, dos atuais R$ 822,83 para R$ 388,48 o megawatt-hora (MWh).

conta de luz

A legislação do país obriga as distribuidoras a terem, sob contrato e a preços fixos, toda a eletricidade que precisam para atender aos seus consumidores. Isso visa evitar que essas distribuidoras precisem recorrer ao mercado à vista, onde os preços flutuam de acordo com a situação dos reservatórios das hidrelétricas e previsão de chuvas, por exemplo.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Contratar um bufê para fazer a festa de casamento, formatura ou aniversário requer alguns cuidados para evitar prejuízos. Recentemente, cerca de 40 casais foram prejudicados com o fechamento inesperado de um bufê em São Paulo.

casamento_dinheiro

De acordo com o Procon-SP, as reclamações contra esse tipo de evento acontecem todos os anos. No primeiro semestre de 2013, a instituição recebeu 625 reclamações. Neste ano, foram 418.

Segundo a assessora técnica do Procon-SP, Fátima Lemos, as principais críticas são relacionadas à má prestação de serviços, como servir comida e bebida de baixa qualidade ou estragada, ou até mesmo a não execução dos serviços (como falhas na filmagem ou nas fotos).

Além disso, problemas com contrato e cobrança indevida também motivam as reclamações.

Pesquisar a reputação da empresa é fundamental

Para evitar aborrecimentos, a dica é pesquisar bastante antes de contratar, o que inclui Procon, redes sociais e amigos. Deixe todas as orientações sobre a festa por escrito no contrato.

É possível consultar processos em nome da empresa nos Tribunais de Justiça de cada Estado. No Tribunal de Justiça de São Paulo, por exemplo, encontra-se o processo digitando o nome da empresa (escolha a opção nome da parte).

O consumidor também pode verificar se a empresa está no cadastro de reclamações fundamentadas do Procon-SP (em outros Estados, os Procons igualmente podem ajudar: http://zip.net/bdpRSS)

Se a empresa fechar as portas e os donos sumirem, porém, o consumidor terá de procurar a Justiça para pedir indenização por perdas e danos.

Leia, a seguir, oito dicas para tentar evitar problemas e cinco sugestões sobre o que fazer quando já houver pontos pendentes.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Bookmark and Share

Fim de ano é hora de fazer a matrícula escolar. A decisão de estudar em determinado estabelecimento deve levar em conta o projeto pedagógico e também a capacidade da família de arcar com o custo da escola, no caso das escolas particulares.

FeriasEscolares

Reinaldo Domingos, presidente da Dsop Educação Financeira, afirma que, além da mensalidade, é preciso levar em consideração todas as despesas envolvidas com educação, como gastos com uniforme, material escolar, transporte, lanche e passeios eventuais.

Mensalidade tem que caber no bolso

“O estudo não deve ser considerado como despesa, mas como investimento. É importante escolher uma instituição que tenha boa estrutura e bom corpo docente”, diz.

A escola, porém, tem que estar dentro das possibilidades financeiras da família.

Não adianta iniciar os estudos em determinado estabelecimento e depois ficar inadimplente. Se não for possível negociar uma bolsa, é melhor mudar para uma escola que esteja dentro dos padrões da família.

Antes de assinar o contrato

Claudia Almeida, advogada do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), diz que é preciso tomar bastante cuidado na hora de assinar o contrato com a escola.

“É preciso ler o contrato, verificar a planilha de custos que levou à composição da mensalidade e acompanhar de perto a prestação de serviços”, diz.

Onde reclamar

Se houver problemas pedagógicos com a escola, no caso do Ensino Fundamental e Médio, é possível reclamar na Secretaria Estadual da Educação dos Estados, por meio das Delegacias de Ensino.

Se a reclamação for relativa ao ensino superior, procure o Ministério da Educação (MEC) pelo telefone 0800 616161 ou pelo e-mail sic@mec.gov.br.

Como escola e aluno têm uma relação de consumo, também é possível recorrer ao Procon ou ao Poder Judiciário de cada Estado.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Bookmark and Share