Um dos moradores mais incovenientes que já se ouviu falar, o mofo (ou bolor, como preferir) é o tipo de compania que ninguém quer ter em casa. Afinal, ele surge sem avisar, causa danos na pintura, nos tecidos e principalmente no seu bolso.

Num país de clima tropical como o Brasil, este tipo de problema está muito mais propenso a acontecer, principalmente na região Sudeste, onde as chuvas são constantes. A umidade é parceira fiel do bolor e ajuda muito na sua multiplicação.

mofo-ou-bolor

Mas algumas dicas são bem importantes na hora de se prevenir, ou se livrar, deste amigo mau-cheiroso:

1º Abra as janelas: Deixar o ar circular pela casa é uma grande arma para prevenir naturalmente a propagação do mofo;

2º Fique atento à rachaduras: Rachaduras nas paredes são grandes reservas de umidade e consequentemente de mofo. Ao encontrar uma rachadura, mantenha o lugar ventilado e o menos úmido possível;

3º Revise o seu telhado: problemas no telhado, como telhas quebradas e coberturas quebradas são muitas das vezes os responsáveis pela umidade nas paredes, que acaba de vez com aquela pintura linda que você tem;

4º Vinagre, muito vinagre: Cortinas e carpetes acumulam muita poeira, umidade e mofo. Ao fazer a limpeza, use sempre vinagre, principalmente nas áreas que já estão mofadas. Ele é um ótimo fungicida;

5º Desencoste a mobília: Móveis grudados na parede são o cenário perfeito para a proliferação de bolor. Deixe sempre uns 5 cm de distância entre o móvel e a parede para favorecer a circulação do ar;

6º Giz: Normalmente os armários possuem áreas de ventilação em cada porta, para evitar o bolor. Se nem assim funcionar, coloque bastões de giz dentro de cada repartição e troque à medida que ficarem muito úmidos.

E se nada disso funcionar: Aposte na mistura de água e água sanitária. Numa proporção de 1 por 1, você deverá limpar todas as áreas afetadas com o mofo com esta solução, enxaguar com água limpa e deixar secar.

Até a próxima.

Dica do site Acessa

Bookmark and Share

Quem já se mudou ou quis dar novos ares à casa velha sabe como uma boa pintura faz toda a diferença. Atualmente existem vários tipos de tintas no mercado, que permitem que você mesmo faça a sua arte. Mas antes de colocar a mão na massa, é preciso estar atendo à algumas dicas para não errar na escolha das cores de cada ambiente.

estoque-tintas

Entrada/Hall
Verde, verde claro, bege, creme. Mesmo sendo apenas uma área de passagem, ela deve ser pintada em tons que convidem o visitante a entrar na casa. Uma entrada bem decorada, com flores e tons como o verde claro e o creme, dá a medida exata do “seja bem vindo!”.

Leia mais…

Bookmark and Share

Se você está pensando em comprar sua casa própria, já deve ter se deparado com a seguinte questão: devo continuar pagando aluguel até poupar todo o dinheiro necessário, ou partir direto para um financiamento, economizando o valor do aluguel?

Muito se discute a esse respeito. Você já deve ter lido artigos em jornais e revistas ou conversado sobre o assunto com amigos. Uns dizem que as taxas de juros de financiamento são muito altas, e por isso é melhor poupar para pagar à vista.

Outros acham que o financiamento da casa própria é mais vantajoso porque o valor gasto com aluguel é dinheiro jogado fora. Enfim, qual é a melhor opção?

O fato é que não existe uma melhor opção que sirva para todos. É preciso fazer as contas “na ponta do lápis” para cada caso, levando-se em conta o valor do aluguel que se paga atualmente, o valor do imóvel que se pretende adquirir, a taxa de juros e prazo do financiamento, a taxa de juros do investimento etc.

Somente uma análise que leve em conta todos os fatores poderá determinar qual a melhor opção para o seu caso.

Infelizmente, fazer todos os cálculos necessários para determinar a melhor opção não é nada fácil. É preciso ter conhecimento de fórmulas complicadas envolvendo matemática financeira e mesmo profissionais especializados encontram dificuldades.

Em alguns sites, como o brasileiro Win Finance você pode acessar um aplicativo que faz esse levantamento gratuitamente para você. É bem fácil: clique AQUI, acesse a calculadora, preencha com as suas informações, faça as contas e boa sorte!

Bookmark and Share

A dica é do Blog da Reforma e temos que concordar. Ou alguém discorda que fazer reforma, por mais trabalhoso que possa parecer, é sempre uma tarefa recompensante?  Depois de terminada uma obra, um ajuste qualquer, o stress dá lugar àquele sentimento de satisfação que só quem já passou por isso sabe. Quer ver um exemplo?

obra casa na mão

Confira o depoimento da autora:

“Eu me lembro que as pessoas pensavam muito antes de reformar. Encaravam a coisa como uma “cirurgia”, íam empurrando com a barriga. Só eu sei, pois desde que me casei, reformo casas.

Ultimamente eu vejo um comportamento diferente.

Primeiro: a net tá aí com soluções à distância de um CLIC; é muita informação e troca de idéias.

Segundo: a onda DIY. Se antes a aventura era pintar uma parede, hoje o pessoal já se arrisca a instalar portas ( hello marluce!), assentar pisos e se aventurar no ramo da decoração de interiores e paisagismo. A sensação do ” eu que fiz” é ótima.

E se antes os vendedores eram pessoas que se limitavam a mostrar o pios e vender, hoje eles dão opções, oferecem algo melhor  do que voce havia imaginado, mostram fotos de obras que acompanharam.

E no fundo há aquela vontade de melhorar o nivel de vida, da valorização do imóvel.

Reformar é necessário. E muito, muito divertido.”

Bookmark and Share

Picture 1

O site SOSNiteroi.org aproxima doadores de todo o Brasil, aos desabrigados através da tecnologia e é uma iniciativa voluntária de dois moradores de Niterói sensibilizados pelas recentes tragédias ocasionadas pelas fortes chuvas.

Eduardo Barcellos & Bernardo Menezes criaram esse site com o intuito de facilitar a coordenação e agilizar a comunicação do esforço de ajuda aos desabrigados da enchente de Abril de 2010 no Rio De Janeiro.

De acordo com o site, o SOSNiteroi.org não tem qualquer vínculo político ou com instituições privadas. Para entrar em contato ou efetuar a doação você pode acessar o site ou enviar um email para sosniteroiorg@gmail.com.

Bookmark and Share

Muito se fala sobre ecologia e preservação do meio ambiente e principalmente sobre a utilização consciente dos recursos naturais. Mas, para que possamos estar de acordo com esta consciência ambiental é necessário tomar algumas atitudes em casa.

O brasileiro gasta, em média, cinco vezes mais água do que o volume indicado como suficiente pela Organização Mundial da Saúde. A OMS recomenda o consumo diário de 40 litros diários por pessoa, enquanto no Brasil são consumidos cerca de 200 litros.

agua

Mas, o mais interessante é que ninguém sabe dizer: Para onde vai toda essa água? Por isso, alguns sites com o foco em sustentabilidade e ecologia sugerem ótimos simuladores para que fique mais fácil visualizar e corrigir os pontos de desperdício.

A Calculadora de Consumo de Água é um excelente exemplo. Além de demonstrar de forma gráfica o seu consumo mensal, dá dicas de como otimizar o uso da água em suas atividades diárias, evitando a má utilização deste recurso tão importante. Clique AQUI e acesse.

Bookmark and Share

SOLIDARIEDADE

Bookmark and Share