Dentre todos os cômodos da casa, o quarto é o mais aconchegante e intimista – e merece um cuidado especial. Além dos móveis e pintura, a roupa de cama também é um item primordial para deixar o ambiente com a sua cara.

Com tantas opções no mercado, você pode ficar na dúvida que tipo levar para casa. Por isso, resolvemos facilitar a sua vida e com o auxílio da consultora de organização residencial e empresarial Ana Afonso trouxemos uma série de tipos de roupa de cama para você escolher qual é a melhor opção para a sua rotina.

roupa de cama

A quantidade de fios

Este é o item que vai determinar a durabilidade dos lençóis. Você vai encontrar essa informação na etiqueta do produto, e quanto maior o número de fios, mais conforto e melhor será a textura acetinada do produto. Se você busca durabilidade e conforto, escolha o número de fios entre 175 e 250 (ou mais!).

O material desses fios também determina a qualidade do produto. Lençóis feitos com algodão egípcio e Pima Cotton são as de maior durabilidade, além de trazerem um conforto sem igual.

Tamanho

Antes de levar a roupa de cama para casa, preste muita atenção ao tamanho. Não dá para comprar um lençol que fica saindo do colchão ou criando dobras, não é? Os tamanhos disponíveis no mercado são:

  • King Size: 2 x 2 metros.
  • Queen Size: 1,6 x 2 metros.
  • Cama de casal: 1,4 x 1,9 metros.
  • Cama de solteiro: 0,9 x 1,9 metros.
  • Cama de viúva: 1,28 x 1,88 metros.

Como lavar a sua roupa de cama

Para que os lençóis fiquem perfumados e livres de manchas, é importante tomar alguns cuidados. Ao lavá-los, evite misturar com toalhas de banho ou outras peças que soltem fiapos, “para não causar bolinhas nos lençóis”. O ideal é que a troca da roupa de cama seja feita semanalmente.

Sempre que você comprar uma nova roupa de cama, é essencial lavá-la antes da primeira utilização. A lavagem convencional é a mais recomendada, sempre respeitando a indicação na etiqueta. É importante respeitar a lavagem ideal para cada tipo de tecido.

Algodão: Lave separadamente e com água fria, para evitar o encolhimento do tecido. Para evitar que o lençol manche, utilize sempre um alvejante sem cloro. Assim, a cor permanece intacta e o branco não corre o risco de ficar amarelado.

Fibras sintéticas: Com este tipo o cuidado na secagem se faz necessário. Não exponha este tecido a altas temperaturas e nem deixe secar diretamente ao sol. Assim, você evita que as fibras endureçam.

Lã: A lavagem a seco é a mais recomendada. Caso haja manchas, utilize um alvejante sem cloro na pré-lavagem. É importante não deixar muito tempo de molho e tomar cuidado ao deixar secar – isso evita que o tecido deforme.

Na hora de secar, a organizadora recomenda cuidado para estender os lençóis. “Pendurar os lençóis dobrados no varal facilita na hora de passar. Evite a secagem direta ao sol por período muito longo para evitar o desbotamento da cor e o endurecimento das fibras”, explica Ana Afonso.

Para guardar, ela conta que deixar o jogo num único lugar facilita na organização. “O ideal é formar jogos completos, com lençóis dobrados em um pacote: debaixo, vira e fronhas e manter na prateleira separados por cor e padronagem”.

Seguindo esses conselhos práticos, suas roupas de cama estarão sempre macias e prontas para uso.

Fonte: Delas

Bookmark and Share

O principal motivo que leva uma pessoa a não economizar dinheiro é não enxergar motivação para tal. É muito difícil pensar a longo-prazo quando temos necessidades e desejos imediatos. No entanto, é importante encontrar essa motivação, já que ela se faz necessária para que a gente consiga guardar dinheiro. Este post então traz alguns motivos que podem ajudar você com relação a isso.

guardar

Por que guardar dinheiro?

  • Para pagar sempre as contas em dia, mesmo que aconteçam imprevistos.
  • Para não precisar entrar em dívidas com cartões de crédito caso precise comprar algo ou ter outro gasto que não estava planejado.
  • Para comprar um carro ou um imóvel. Valores pequenos dados como entrada já facilitam muito a sua vida.
  • Para fazer consertos na casa ou no carro que aparecem de forma inesperada.
  • Para emergências médicas envolvendo a sua família.
  • Para ter uma aposentadoria mais tranquila.
  • Para não ter coisas demais em casa.
  • Para pagar menos.
  • Para ajudar uma instituição de caridade ou pessoas queridas com dificuldades.
  • Para fazer uma viagem que você sempre quis fazer.
  • Para fazer uma festa de aniversário para os seus filhos.
  • Para se casar.
  • Para montar um enxoval.
  • Para fazer um curso.
  • Para comprar um novo computador.
  • Para comprar presentes de Natal e aniversário.
  • Para comprar o material escolar.
  • Para despesas de funeral.

Por menos que a gente gaste no dia-a-dia, a vida, em si, faz com que a gente gaste muito dinheiro. Eu poderia citar mil motivos para que você passe a economizar a partir de agora, mas nada se compara aos seus próprios motivos, que podem ser inúmeros. Sejam quais forem, todos nós temos motivos para guardar dinheiro, e devemos nos ater a eles sempre que pensarmos em gastar dinheiro desnecessariamente.

 

Fonte: Vida Organizada

Bookmark and Share

O nível de confiança dos consumidores alcançou, entre julho e agosto, o menor patamar desde abril de 2009, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgada nesta segunda-feira (25). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) teve queda de 4,3%.

consumidor

De acordo com a FGV, a queda foi influenciada pela avaliação dos consumidores sobre a situação econômica geral, o que contribuiu em cerca de 60% para o resultado negativo do índice. “A confiança do consumidor diminui e decepciona aqueles que esperavam a reversão da tendência de queda iniciada em 2012. Novamente o resultado foi influenciado pela insatisfação dos consumidores com o estado geral da economia”, afirma em nota Viviane Seda, coordenadora da pesquisa.

Continue lendo…

Bookmark and Share

O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por falta de fundos ficou em 2,24% em julho. De acordo com a Serasa Experian, esse é o maior nível de inadimplência para o mês de julho desde o início da série histórica, em 1991.

cheque

Em julho do ano passado, esse percentual foi de 2,03% e, em junho de 2014, o indicador chegou a 1,92%. No acumulado dos primeiros sete meses deste ano, o percentual de devoluções foi de 2,11% e, no mesmo período do ano passado, chegou a 2,07%.

Entre os estados, Roraima foi o que apresentou o maior percentual de liderou o ranking estadual dos cheques sem fundos nos primeiros sete meses de 2014, com 12,13% de devoluções. Na contramão, está o Amazonas, com o menor percentual (1,15%).

Entre as regiões, a Norte liderou o ranking, com 4,31% de cheques devolvidos, e a região Sudeste foi a que apresentou o menor percentual (1,62%).

Segundo os economistas da Serasa Experian, a alta da inadimplência com cheques revela a maior dificuldade que o brasileiro está tendo para honrar com seus compromissos financeiros no início deste segundo semestre do ano. “Estagnação da economia, juros elevados, inflação ainda em patamar desconfortável e enfraquecimento do mercado de trabalho são alguns dos elementos que contribuem para esta elevação”, diz a Serasa, em nota.

Fonte:  G1

Bookmark and Share

Previdência privada não é um bicho de sete cabeças. Os planos, que servem para complementar a aposentadoria pública do INSS, podem significar redução no imposto de renda do próximo ano, mas devem começar a ser feitos o quanto antes.

Clique na imagem abaixo para fazer o cálculo:

 

calcular

 

Bookmark and Share

Quando ele chega em casa, pequenino e todo engraçadinho, é impossível resistir aos seus encantos. Afinal, ter um pet em casa traz muitas alegrias para toda família – não fosse o problema do cheiro que eles podem deixar na casa, e principalmente, nos tapetes. Mas não precisa se desesperar: com algumas medidas simples e práticas você vai deixar a sua casa cheirosa e livre de bactérias. Anote as dicas!

Entenda o problema

Para eliminar o problema por completo, é preciso entender o porquê do cheiro do seu mascote. Quando o animal possui algum problema de pele, as bactérias podem proliferar e aumentar o mau cheiro – que acaba por fixar nos locais onde ele fica. A baixa frequência de banhos também contribui com o odor, então leve seu peludo para o banho e tosa regularmente.

Além do cheiro proveniente dos pelos e pele, o filhote geralmente acaba fazendo xixi onde não deve. Se o local não for devidamente limpo, o cheiro pode ficar insuportável. É importante ensiná-lo desde cedo o local onde ele pode fazer suas necessidades: quanto antes você adestra-lo menores serão os incidentes pela casa.

cachorro ape

Livre-se da sujeira!

Animais que ficam dentro de casa deixam sua marca por onde passam. Para iniciar a limpeza, garanta a remoção dos pelos que ficam grudados nos carpetes e tapetes, passando o aspirador de pó ou vassoura.

No caso do xixi fora do local, comece a limpeza retirando todo o excesso da urina. Utilize papel toalha ou jornal para ajudar na absorção. Se você achar necessário, repita a operação para garantir o maior volume de umidade a ser retirado do tapete.

Tapetes limpos e sem manchas

Além do cheiro, a urina também pode manchar os tapetes da casa – o que não é agradável. Para solucionar o problema, basta aplicar o limpa carpetes e tapetes, produto que limpa, amacia, perfuma e elimina a indesejável mancha.

Para utilizar com eficácia, lembre-se dos primeiros passos: tire todo o excesso da urina, passe o aspirador de pó, para eliminar demais resíduos, e depois aplique o produto. Misture três tampas cheias do produto em meio litro de água e aplique com o auxílio de uma escova com cerdas macias (para não estragar os fios do tapete). Deixe secar por 2 horas e finalize passando o aspirador de pó novamente.

Com essas dicas simples você terá uma casa limpa, livre de bactérias e muito mais tempo para curtir e mimar este especial integrante da família.

Bookmark and Share

Ter uma rotina organizada, ajuda muito em qualquer setor da vida. Inclusive nas finanças. Se você não acha que não tem tempo para fazer certas coisas, confira algumas dicas de tarefinhas de finanças para você começar a criar este hábito. Que tal esse mês?

financas pessoais

Planejar as próximas férias em termos financeiros

Se suas férias estão chegando e você já tem planos para elas é hora de se planejar.O ideal é se programar para conseguir fazer o que você pretende. Pode parecer que está longe, mas quando envolve economizar e guardar determinada quantia, é importante planejar com antecedência.

Economizar mais dinheiro

Se você precisa economizar dinheiro, algumas medidas simples podem ajudar. Almoçar menos fora, comprar somente o que for necessário e evitando pequenos gastos. Sim, eu sei que isso é o que a gente deve fazer sempre, mas se este mês você está um pouco mais apertado, pode fazer uma enorme diferença.

Reorganizar o planejamento financeiro para 2014

Passada a metade do semestre, é importante fazer um balanço do nosso orçamento até agora e prever o que vai acontecer até o final do ano. Tente implementar algumas rotinas novas e voltar a anotar todos os seus gastos, porque faz muita diferença.

Separar algumas coisas para doar e para vender

Existe um momento em que chegamos a conclusão que temos coisas demais e é preciso simplificar mais ainda o seu espaço. O ideal é  fazer uma limpa geral e doar e vender algumas coisas.

Arquivar melhor as contas pagas

Se você quer reduzir a papelada que tem em casa e garantir que tudo esteja sob controle, reserve um tempo do seu mês para isso.Digitalize seus papéis, inclusive as contas. É bem chato digitalizar tudo de uma vez, então faça aos pouquinhos.  Enfim, busque soluções para melhorar nesse sentido.

Fonte: Vida Organizada

Bookmark and Share

ara algumas pessoas, usar roupas escuras é o mesmo que declarar que tem um animal de estimação em casa. E várias vezes, por mais que tentamos manter as roupas livres de pelo, é quase impossível sair sem pelo na roupa. Sabercomo tirar pelo de roupa nas diversas situações do seu dia-a-dia pode fazer um grande diferença no seu dia-a-dia.

Como-Tirar-Pelos-de-Roupas-Pretas

Por mais que você tente proteger a sua roupa do pelo do seu animal de estimação, a verdade é que ele flutua pelo ar e assim, se encontra nas suas roupas, móveis e tapetes. Abaixo, inserimos algumas dicas sobre como tirar pelo de roupa em várias situações da sua rotina diária.

Como tirar pelo de roupa, depois que você já saiu de casa

Muitas vezes, a roupa está livre de pelo quando está no armário, mas assim que você chega no trabalho, percebe que no caminho, ela ficou cheia de pelo. O bom é que, com um pouquinho de água e em menos de um minuto, você consegue remover o pelo da sua roupa.

Abaixo explicamos como tirar pelo de roupa com água (e papel toalha):

  1. Molhe as suas mãos e as chacoalhe até que fiquem úmidas;
  2. Passe a mão úmida na sua roupa na direção de cima para baixo;
  3. Molhe as mãos para tirar o excesso de pêlo e chacoalhe novamente. Se você não tiver perto de uma pia, limpe o excesso de pelo no papel toalha e molhe as mãos novamente;
  4. Repita o processo até tirar todo o pêlo da sua roupa;
  5. As vezes, o pelo continua preso mesmo você fazendo esse movimento várias vezes. Nesses casos, você pode mudar a direção d as suas mãos para tirar os pelos que sobraram.

Como tirar pelo de roupa preta

Para a maioria dos donos, a roupa preta é a que mais destaca os pelos do animal de estimação. Ao invés de você abandonar as roupas pretas do seu armário, siga essa simples dica sobre como tirar pelo de roupa preta em segundos.

Para remover o pelo, você precisará de água e de uma esponja de cozinha. É importante que a esponja seja nova ou que ela seja somente utilizada para essa função. Isso para garantir que não terá resíduos nela que possam manchar ou estragar a roupa.

Pegue um esponja de lavar louças e molhe o lado amarelo (ou macio);

  1. Tire o excesso de água para que a esponja fique úmida;
  2. Passe o lado macio da mesma na sua roupa, na direção de cima para baixo;
  3. Tire o excesso de pêlo e a mantenha a esponja úmida;
  4. Repita o processo até remover todo pêlo da roupa.

Use somente o lado macio da esponja. O outro lado mais áspero pode estragar as suas roupas.

Como tirar pelo da roupa quando você está no carro (ou sem acesso à água)

Um dos lugares mais difíceis de tirar pelo da roupa é quando você está dentro do carro, principalmente por que não há acesso à água. Nessas horas, uma luva látex de lavar louças pode ser a diferença entre uma roupa com pelo e uma sem pelo.

  1. Pegue a luva de latex e passe na sua roupa (aonde tem pêlo) na direção de cima para baixo;
  2. Remova o excesso de pêlo da luva;
  3. Repita o processo até tirar o pêlo da sua roupa;
  4. Se você não quiser usar a luva inteira, deixe somente um pedaço na sua bolsa.

Como tirar o pelo de roupa durante a lavagem na máquina de lavar roupas

Tanto gatos quanto cachorros adoram deitar na roupa dos donos. Por esse motivo, não é incomum encontrar animais dormindo no cesto de roupas sujas dos donos. Nesses casos, é importante que o pelo seja removido dentro da máquina durante a lavagem.

Para diminuir a quantidade de pelo que fica nas suas roupas, é ideal aspirar a casa e escovar o seu animal de estimação com frequência. Similarmente, é importante limpar o filtro com mais frequência dado que ele ficará cheio de pelo.

Durante a lavagem das suas roupas, insira um pouco de vinagre branco na máquina, junto com o detergente.  Isso ajudará a tirar o cheiro de cachorro e/ou gato das roupas, remover o pelo e também prevenir que mais pelos fiquem grudados na sua roupa durante o dia.  E fique tranquilo, a sua roupa não ficará com cheiro de vinagre.

Fonte: Link Animal

Bookmark and Share

A Secretaria da Receita Federal liberou no dia 8 de agosto, as consultas ao terceiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2014, além de lotes residuais de anos anteriores (para quem caiu na malha fina).

leao

As consultas podem ser feitas no site da Receita, em:
http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/index.asp

Também podem ser feitas pelo telefone 146 (opção 3) ou via aplicativo para dispositivos móveis (smartphones e tablets).

Os valores das restituições serão pagos em 15 de agosto.

Valores e número de contribuintes
Segundo o Fisco, o terceiro lote do IR 2014 pagará R$ 1,9 bilhão em restituições para 1,59 milhão de contribuintes.

Considerando os valores dos lotes residuais de anos anteriores, as restituições sobem para R$ 2 bilhões no lote deste mês, englobando 1,62 milhão de contribuintes, dos quais 25,9 mil contribuintes idosos e 2,77 mil contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave (no valor de R$ 101 milhões).

Regras de recebimento
Após o pagamento dos idosos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental, ou moléstia grave, as restituições são pagas ordem de entrega da declaração do Imposto de Renda – desde que o documento tenha sido enviado sem erros ou omissões.

Geralmente, são sete lotes do IR em todos os anos, entre junho e dezembro. Em 2014, o Fisco recebeu 26,8 milhões de declarações do Imposto de Renda até 30 de abril, o prazo legal.

Contribuinte pode saber se caiu na malha fina
A Receita Federal lembra que os contribuintes que entregaram o IR 2014, ano-base 2013, e caíram na malha fina já podem corrigir eventuais pendências ou inconsistências em sua declaração.

Para conferir a situação da declaração e resolver possíveis problemas, os contribuintes devem entrar no site da Receita Federal na internet e buscar pelo e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) do órgão. O sistema exige o uso de um código de acesso gerado na própria página da Receita, ou um certificado digital emitido por autoridade habilitada. Veja o passo a passo do extrato do IR.

O acesso ao extrato também permite conferir se as quotas do IR estão sendo quitadas corretamente, além de identificar e parcelar eventuais débitos em atraso, entre outros serviços.

Caso as declarações tenham problemas, elas entram na malha fina do órgão, ou seja, ficam retidas, e não aparecem nos lotes de restituição até que tudo seja resolvido.

Veja o calendário de pagamentos das restituições do IR 2014:

– 1° lote, em 16 de junho de 2014
– 2° lote, em 15 de julho de 2014
– 3° lote, em 15 de agosto de 2014
– 4° lote, em 15 de setembro de 2014
– 5° lote, em 15 de outubro de 2014
– 6° lote, em 17 de novembro de 2014
– 7° lote, em 15 de dezembro de 2014

Bookmark and Share

É comum que, ao pensar em prazer e felicidade, muitas pessoas façam uma relação direta com a palavra dinheiro. Muitos acreditam que esse seja o caminho mais fácil e rápido para realizar os seus sonhos e de fato ser alguém mais feliz. Mas, afinal, qual o real preço da felicidade? A resposta pode ser muito mais difícil e complexa do que parece.

dinheiro

Claro que uma quantidade de dinheiro que pague as contas e ainda permita alguns luxos e diversões não faz mal a ninguém. Mas a felicidade depende de mais que isso. Existe uma infinidade de fatores que levam a ela, e para muitos você não precisa de dinheiro. Veja abaixo como a quantia para a sua felicidade pode ser bem mais baixa do que você acha.

Entenda as suas reais necessidades

As necessidades mudam de uma pessoa para a outra. Sendo assim, o primeiro passo é entender quais são, de fato, as suas finanças e o que, dentro disso, é importante para que você tenha uma vida sem maiores preocupações. Poder dormir tranquilo todas as noites, fazer o que gosta e ainda conseguir guardar um dinheiro no final do mês para realizar planos futuros, por exemplo, não deixa de ser um grande motivo de felicidade.

Perceba o papel do dinheiro na sua vida

É importante que cada um entenda qual o papel do dinheiro na sua vida e qual a quantia que precisa para de fato se sentir satisfeito. Geralmente essa quantia é mais baixa do que pensamos: diferentemente do que muitos pensam, ela só precisa ser suficiente para pagar as contas, permitir o conforto que desejamos e a poupança de que precisamos.

O que não podemos é virar escravos de necessidades irreais e eternos insatisfeitos, senão o dinheiro deixa de ser um aliado e passa a ser um grande problema, uma vez que viveremos a todo o momento correndo atrás dele e sempre com expectativas muito maiores do que as que podemos realizar.

Faça as suas contas e programe-se

Em cada momento da vida podemos mudar nossos objetivos. Sendo assim, é importante ter o cálculo das suas contas e evitar gastar mais do que possui. Se você deseja fazer uma viagem, por exemplo, entenda como isso pode ser possível dentro da sua renda atual. Com tudo no papel e bem calculado, fica muito mais fácil de programar e fazer algo que te deixará satisfeito, sem se enrolar.

Pessoas que passam o tempo todo dependendo de algo distante para fazer as coisas acontecerem, só perdem tempo e deixam de aproveitar as pequenas alegrias da vida. O dinheiro não deve controlar nossos passos, nós é que devemos ter o domínio sobre ele. Sendo assim, é possível chegar à conclusão de que o valor da felicidade não existe, pois cabe a cada um entender o que de fato é importante e o que precisa para ser completo e feliz.

Fonte: Guia Bolso

Bookmark and Share