Uma decisão tomada nesta terça-feira (25) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve contribuir para reduzir o custo da energia no país e, em consequência, aliviar os altos reajustes nas contas de luz esperados para os próximos anos no Brasil. A diretoria da agência aprovou a redução do preço máximo a ser cobrado pela energia negociada no chamado mercado à vista, dos atuais R$ 822,83 para R$ 388,48 o megawatt-hora (MWh).

conta de luz

A legislação do país obriga as distribuidoras a terem, sob contrato e a preços fixos, toda a eletricidade que precisam para atender aos seus consumidores. Isso visa evitar que essas distribuidoras precisem recorrer ao mercado à vista, onde os preços flutuam de acordo com a situação dos reservatórios das hidrelétricas e previsão de chuvas, por exemplo.

Continue lendo…

Bookmark and Share

A Secretaria da Receita Federal lançou segunda-feira (3) uma aplicação online, que poderá ser utilizada para desktops e também para dispositivos móveis, como tablets e smartphones, que funcionará como um “rascunho” do Imposto de Renda.

IRPF 2014

Não será necessário o uso de certificado digital para utilizar o novo programa, que estará disponível ainda nesta segunda-feira na página do órgão e até o dia 28 de fevereiro.

Para tablets e celulares, o aplicativo já está disponível para os sistemas operacionais IOS (clique aqui para acessar) e para Android (clique aqui para acessar).

A partir de março, quando começa o período de declaração do Imposto de Renda, o uso do aplicativo não estará mais disponível – fica liberada apenas a importação do arquivo pelo programa de declaração do Imposto de Renda. O uso do rascunho do IR é opcional.

De acordo com o subsecretário de Arrecadação e Atendimento do Fisco, Carlos Roberto Occaso, o contribuinte poderá, com esta aplicação, lançar operações ao longo do ano, logo assim que elas acontecerem, e quando iniciar a temporada de declaração do Imposto de Renda, em março do ano seguinte, apenas importar o arquivo – facilitando a vida do contribuinte.

“Se eu vendi um carro no mês de janeiro, por exemplo, já posso lançar isso no rascunho do IR para não esquecer os dados. Quando chega a hora de declarar o IR, não tem de ficar mais procurando quais são os dados do comprador, onde está o recibo. O contribuinte também poderá lançar, por exemplo, recibos de consultas com dentistas e médicos. Com recibo em mãos, já coloca no rascunho”, explicou Occaso.

Segundo o Fisco, a aplicação também será útil, por exemplo, para trabalhador liberal que tem recebimentos mensais. Entre as operações que poderão ser lançadas estão: dependentes, despesas dos dependentes, rendimentos, pagamentos efetuados ao longo do ano e movimentação de bens e direitos.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Entre as pessoas com pendências financeiras, 57% são casadas ou estão em união estável. Os dados são de uma pesquisa sobre o perfil do inadimplente da SCPC Boa Vista, referente ao 3º trimestre de 2014. Entre os entrevistados pelo estudo, 46% são casados e 11% estão em união estável.

Endividamento-das-famílias

Os solteiros representam 32% das pessoas com nome na lista de devedores. Separados e divorciados, 9% e viúvos, 2%. Os homens também são maioria entre os inadimplentes, representando 61%.

O economista Flávio Calife, da SCPC Boa Vista, conta que esse é um padrão que se repete em levantamentos de perfil de inadimplentes. “A maioria dos solteiros ainda vive com alguém, os pais por exemplo. Com as contas de uma nova casa, muitas vezes demora para entender o orçamento, e sem dúvida custos a mais acabam dificultando os pagamentos”, diz.

Continue lendo…

Bookmark and Share

O secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner, informou nesta terça-feira (14) que o país deve economizar R$ 278 milhões com a implantação da 39ª edição do horário de verão, a partir do dia 19. Moradores do Distrito Federal e de dez estados deverão permanecer com os relógios adiantados em uma hora até o dia 22 de fevereiro.

A medida vai valer por 126 dias – cinco a mais do que a média dos últimos 15 anos, afirmou, e uma semana a mais do que a última edição do horário de verão, que foi do dia 20 de outubro a 16 de fevereiro. A prorrogação ocorreu para evitar que o fim da medida acontecesse no carnaval.

 

horario de verao

Continue lendo…

Bookmark and Share

Falta menos de um mês para que os telefones celulares de cinco estados tenham mais um número. A implementação do nono dígito nos telefones móveis dos estados do Amapá (DDD 96), Amazonas (DDDs 92 e 97), Maranhão (DDDs 98 e 99), Pará (DDDs 91, 93 e 94) e de Roraima (DDD 95) começa no dia 2 de novembro.

homem-falando-ao-celular

Com a mudança, o dígito 9 será acrescentado à esquerda dos atuais números. No momento da discagem, o nono dígito deverá ser acrescentado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para telefones celulares desses estados, independentemente do local de origem da chamada.

As chamadas feitas com oito dígitos serão completadas normalmente até o dia 11 de novembro. A partir dessa data, haverá mensagens orientando os usuários sobre a mudança. Após esse período de transição, as chamadas marcadas com oito dígitos não serão mais completadas.

A Anatel elaborou uma cartilha com informações sobre a implementação do nono dígito nos celulares dos cinco estados.

A medida já foi implementada no Espírito Santo, Rio de Janeiro e em São Paulo e tem como objetivo ampliar os recursos de numeração para o Serviço Móvel Pessoal. No ano que vem, o nono dígito será implementado nos estados de Minas Gerais, da Bahia, de Sergipe, Alagoas, Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. Nos outros estados, a medida só será adotada em 2016.

Fonte: IG

Bookmark and Share

O Ministério do Trabalho e Emprego anunciou que os empregadores terão de usar um aplicativo chamado “Empregador Web” no Portal Mais Emprego para fazer o pedido de seguro-desemprego e de comunicação de dispensa de seus funcionários.

credito_consumidor
A resolução que trata dessa obrigatoriedade foi publicada no “Diário Oficial” ds União desta sexta-feira (10). A mudança havia sido acordada durante reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) na quarta-feira.

“O uso do Empregador Web no Portal Mais Emprego permite o preenchimento do Requerimento de Seguro-Desemprego/Comunicação de Dispensa, de forma individual ou coletiva, mediante arquivo de dados. Os formulários Requerimento de Seguro-Desemprego/Comunicação de Dispensa (guias verde e marrom) impressos em gráficas serão aceitos na rede de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego até o dia 31 de março de 2015″, diz o ministério.

De acordo com o governo, os empregadores terão acesso ao Empregador Web no Portal Mais Emprego no endereço eletrônico http://maisemprego.mte.gov.br.

Bookmark and Share

Um dos grandes vilões da inflação no País atualmente, o preço dos combustíveis enfrenta trajetória de forte alta nos últimos meses, por conta de um descasamento entre oferta e demanda e de problemas climáticos. Em um ano, os motoristas viram os preços saltarem praticamente 40% nos postos de combustível do País, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Nesta sexta-feira, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou que o preço dos combustíveis não vai subir e, já a partir de próxima semana deve começar a cair. “Posso garantir”, afirmou Lobão, depois de reunião de mais de três horas sobre o tema com a presidente da República, Dilma Rousseff.

O preço dos combustívei

Compare a evolução da média de preços da gasolina, etanol e diesel nos postos brasileiros

combustive

Continue lendo…

Bookmark and Share

O valor pago pelos brasileiros em impostos federais, estaduais e municipais desde o início do ano alcançou R$ 1,2 trilhão nesta sexta-feira (26), segundo o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Neste ano, o valor chega 16 dias antes do que em 2013, indicando aumento da carga tributária.

O painel eletrônico que calcula a arrecadação em tempo real está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista.

impostometro

“Não bastasse o nível absurdamente elevado dessa carga, o sistema tributário brasileiro representa entrave ao crescimento da economia por tributar pesadamente a produção, o investimento e a poupança e, em muitos casos, até as exportações”, observa o presidente da ACSP, Rogério Amato, em nota.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, napágina do Impostômetro. Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando em impostos.

Também se pode fazer comparações do que os governos poderiam fazer com o dinheiro arrecadado, como quantas cestas básicas se poderia fornecer e quantos postos de saúde poderiam ser construídos.

O Impostômetro encerrou o ano de 2013 com a marca recorde de R$ 1,7 trilhão.

Font: G1

Bookmark and Share

O Rio de Janeiro é a 11ª cidade mais cara do mundo para morar e trabalhar, aponta levantamento divulgado nesta terça-feira (23) pela consultoria imobiliária Savills.

rio de janeiro

O íncide mede o custo imobiliário que uma empresa tem para bancar um funcionário morando e trabalhando em 12 cidades diferentes, por meio da avaliação dos custos de aluguel de imóveis residenciais e comerciais.

Segundo o estudo, o Rio de Janeiro teve um aumento de 86% no custo médio para viver e trabalhar de 2008 para 2014. Na média, esse valor atualmente é de pouco mais US$ 32 mil por pessoa, ao ano.

A primeira colocada no ranking foi Londres, com um custo de quase US$ 121 mil por ano, por pessoa. A cidade europeia ganhou de Hong Kong, que ocupou o primeiro lugar durante cinco anos seguidos e tem um custo médio de US$ 115 mil ao ano, por pessoa.

De acordo com a consultoria,  Hong Kong, Londres, Nova York e Paris ocupam as primeiras colocações do ranking desde 2008, o que reflete a “estabilidade do mercado imobiliário desses países”.

“Esse ano foi muito mais modesto no crescimento de preços de imóveis em quase todas as cidades do mundo e algumas apresentaram pequenas quedas”, avalia Yolande Barnes, diretora da Savills.

Fonte: G1

Bookmark and Share

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como inflação do aluguel, porque é utilizado para reajustar a maioria dos contratos de locação, ganhou força na segunda prévia de setembro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O indicador ficou em 0,31%, depois de mostrar deflação de 0,35% no mesmo período de agosto. No ano, o IGP-M tem alta de 1,87% e, em 12 meses, de 3,66%.

Usado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede os preços no atacado, apresentou variação de 0,32%, depois de recuar 0,57% no mesmo período do mês anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede os preços no varejo e também entra no cálculo do IGP-M, também mostrou alta de 0,32%, após apresentar variação negativa de 0,02%, no mesmo período do mês anterior. Todas as classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação, com destaque para os preços dos alimentos (de -0,15% para 0,20%).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que também é usado no cálculo do IGP-M, mas com um peso menor do que o dos outros indicadores, desacelerou de 0,23% para 0,20%, influenciado pela variação de preços de mão de obra.

Fonte: G1aluguel-reajuste

Bookmark and Share