A prefeitura vai apertar o cerco aos devedores de IPTU, ISS, multas aplicadas pelo município e outras taxas. Na terça-feira o prefeito Rodrigo Neves publicará um decreto, estabelecendo novas condições de parcelamento das dívidas ativas. O decreto também autoriza a Procuradoria Geral do Município (PGM) a protestar as dívidas num prazo de 45 dias após sua publicação.

impostos

— Os devedores terão este prazo para procurar a Secretaria de Fazenda ou a PGM e pagar os seus débitos com essas novas condições facilitadas. Para quem não fizer isso após esses 45 dias seguintes à publicação do decreto, nós vamos protestar a dívida no cartório de protesto de títulos e documentos e o devedor receberá uma notificação. Ele terá então um período de cinco dias para pagar a dívida. Caso ele não pague, ficará com o nome sujo no cartório e não poderá pedir financiamentos, por exemplo — explica o procurador geral do município Carlos Raposo.

De acordo com o procurador, esse procedimento é uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça para evitar que as prefeituras precisem entrar com processos na justiça para cobrar dívidas de baixo valor, o que acaba sobrecarregando o judiciário. Ainda segundo Raposo, há atualmente cerca de 500 mil processos de dívidas com o município.

Pelas novas regras de parcelamento que serão publicadas, os devedores serão separados em quatro faixas, cada uma com condições diferentes de quitação. Quem deve menos de R$10 mil poderá quitar essa dívida em até 36 parcelas. Já para quem tem débitos entre R$10 mil e R$1 milhão, o máximo de parcelas será de 48.

Quem deve entre R$1 milhão e R$3 milhões poderá pagar em até 60 parcelas. As dívidas superiores a R$3 milhões poderão ser quitadas em até 80 parcelas.

Fonte: O Globo

Bookmark and Share

A virada do ano acontece na madrugada de terça (31) para quarta (1º) e alguns estabelecimentos e serviços vão sofrer alterações em seu horário de funcionamento neste fim de semana. Confira abaixo o esquema de funcionamento dos principais serviços no Rio:

final de ano

Correios
De acordo com a assessoria de comunicação dos Correios, as agências próprias e terceirizadas não funcionarão na terça (31) e na quarta (1º).

Bancos
As agências bancárias no estado do Rio não na terça (31) e na quarta (1º). Os caixas eletrônicos funcionam normalmente. As informações são da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Unidades de Saúde
Os hospitais de emergência e unidades 24 horas funcionarão normalmente nos dias 31 e 1º. Já os centros municipais de saúde e as Clínicas da Família ficarão fechados. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 1746, da Prefeitura.

Supermercados
Segundo a Associação de Supermercados do Estado do Rio (Asserj), todos os estabelecimentos ficam fechados na quarta (1º). Na terça (31), as lojas ficam abertas até as 18h, de acordo com a Asserj.

Shoppings
Os shoppings da cidade do Rio de Janeiro e Região Metropolitana vão funcionar em horários diferenciados no fim de ano.

Trens
Segundo a SuperVia, os trens vão funcionar em horários diferenciados durante a virada do ano. Na terça (31), o ramal Santa Cruz funciona com intervalos de aproximadamente 30 minutos. Já o ramal Japeri terá intervalos de aproximadamente 20 minutos. O trecho entre Japeri e Paracambi vai operar com intervalos de cerca de 60 minutos.

Os intervalos de embarque no ramal de Saracuruna serão de 50 minutos no máximo. Vila Inhomirim terá intervalos de aproximadamente duas horas e Guapimirim fará seis viagens. O ramal de Belford Roxo vai operar com intervalos de 30 a 60 minutos.

A integração da SuperVia com o Metrô Rio será realizada exclusivamente através da estação Central. As demais estações operarão somente para desembarque de clientes.

O Teleférico do Alemão, que também é administrado pela SuperVia, funcionará normalmente na terça (31), das 8h às 20h. Na quarta (1º), não haverá operação.

Barcas
A Barcas S/A informou que o serviço de barcas terá funcionamento normal na terça (31) e na quarta (1º). As viagens entre Niterói e a Praça XV serão feitas das 5h30 às 23h30, com barcas a cada meia hora.

Fonte: G1

Bookmark and Share

Niterói comemora hoje,  22 de novembro,  o seu aniversário de 440 anos. E para comemorar a cidade recebe durante todo o mês de novembro,  eventos de música, teatro, dança, artes plásticas, literatura, em diversos pontos da cidade.

Neste sábado (23), a principal atração é a cantora Maria Rita, que cantará músicas do repertório de sua mãe, Elis Regina, e de Gonzaguinha.

maria_rita
A abertura da apresentação, realizada no palco principal, na Praia de Icaraí, ficará a cargo dos grupos da cidade Brazilian2Wins e Blody Mary & The Munsters.

No domingo (24), o Grupo Flor do Canto celebra seus seis anos de carreira trazendo ao público um repertório especial, que vai de Cartola a Rappa, com arranjos feitos para vozes femininas.

Veja a programação completa
23 ̸11 (sábado) – 18h – Maria Rita
Local: Praia de Icaraí
Entrada Gratuita

24 ̸11 (domingo) – Solar Nobre – 17h – Grupo Flor do Canto – Café da tarde: Culinária Africana
Local: Solar do Jambeiro
Entrada gratuita

23 e 30/11 (sábado) – MAC nas Praças – 10h às 16h
Dia 23 – Parque Palmir Silva – Barreto
Dia 30 – Praça do Largo da Batalha
Entrada Gratuita

Fonte: G1

Bookmark and Share

O Salão Estadual de Turismo 2013, que reúne o melhor dos atrativos turísticos, oportunidades de negócios, conhecimento sobre o setor, produção cultural, moda e gastronomia do interior fluminense acontece nos dias 22, 23 e 24 de novembro no Caminho Niemeyer, no Centro de Niterói. A Secretaria de Estado de Turismo (Setur), produtora do evento, espera receber mais de 50 mil visitantes na terceira edição do salão.

niteroi

Além de possibilitar que milhares de pessoas conheçam os atrativos e produtos turísticos do estado – que incluem desde os destinos mais badalados aos mais novos roteiros do turismo cultural, ecológico, religioso, de aventura, náutico, esportivo e rural – o Salão Estadual do Turismo proporcionará ao público a experiência de conhecer os requintes do artesanato, a tradição folclórica e contemporânea das produções culturais e a gastronomia típica dos 92 municípios do estado.

O objetivo é divulgar as maravilhas do Estado do Rio de Janeiro como destino turístico, reunindo o que há de melhor do turismo fluminense e de outros estados brasileiros.

Na programação, aberta ao público e totalmente gratuita, o visitante ainda encontrará exposição de carros antigos, estande de aventura com escaladas, passeios de saveiro pela Baia de Guanabara e visitas guiadas por todo o Caminho Niemeyer e outros roteiros locais, além de shows e muitas atrações musicais e artísticas.

Durante o encontro haverá, ainda, rodada de negócios, mostra e venda de produtos agrícolas de produção familiar. Serão oferecidas também palestras, minicursos, oficinas e mesas redondas para a apresentação, discussão e qualificação profissional sobre diversos temas do setor.

Segundo Ronald Ázaro, secretário de estado de Turismo, as duas últimas edições do encontro reuniram mais de 100 mil pessoas. Para o prefeito da cidade de Niterói, Rodrigo Neves, o evento será um grande marco para a cidade, já que o município é o segundo destino em fluxo turístico no estado representando, ao lado da capital, importante complexo natural que se soma a um cenário urbano assinado pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer.

A Setur conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Niterói, através da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), e apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária, Sebrae RJ e Universidade Federal Fluminense (UFF), entre outras importantes instituições do setor.

Fonte: O Fluminense

Bookmark and Share

Uma placa na entrada da estação das barcas da Praça Araribóia informa que estão sendo realizadas obras no lugar. Entre as melhorias previstas, a reforma aumentará o número de roletas de 14 para 24. A instalação das catracas deverá ser concluída na segunda semana de setembro. Passageiros terão acesso mais rapidamente ao salão de embarque, que, também no próximo mês, ganhará refrigeração.

As mudanças chegarão em boa hora, mas as nove embarcações compradas pelo governo estadual, tão esperadas por quem cruza diariamente a Baía de Guanabara, ainda vão demorar: só entrarão em operação em 2015. Até lá, o intervalo entre as viagens permanecerá com a mesma duração — dez minutos, de acordo com a concessionária CCR.
Ao longo de uma obra que será executada em duas etapas, a estação será ampliada.

Quando tudo terminar, a área útil será quatro vezes maior que a atual, podendo acomodar oito mil passageiros em dois salões de embarque. O número de roletas passará de 24 para 48, e haverá climatização em todos os ambientes. Mas essas melhorias só poderão ser usufruídas no ano que vem.

Acostumado a enfrentar longas filas para entrar na estação, o bancário Antonio Millard diz que as obras são uma boa notícia. No entanto, não o fazem desistir do plano de pedir uma transferência para uma agência de Niterói.
— A ampliação da estação é importante, mas não mais que a chegada das novas barcas. Hoje, enfrento duas filas: uma para passar na roleta e outra para entrar na área de embarque. Depois da reforma, vou pegar apenas uma, mas a demora na travessia será a mesma — reclama o bancário.

O governo estadual firmou, em março deste ano, um contrato com o estaleiro chinês Afai Southern Shipyard para a aquisição de sete barcas, com dois mil assentos cada uma. Outras duas embarcações, cada uma com 500 lugares, foram encomendadas ao estaleiro cearense Inace por meio de uma licitação.

O governo estadual informa que está investindo R$ 273 milhões na compra das nove embarcações, que vão operar entre a Praça Araribóia e a Praça Quinze. Atualmente, essa travessia é feita por quatro catamarãs, com 1.300 lugares cada um; e duas barcas, que, juntas, têm quatro mil assentos.

Fonte: O Globo

Bookmark and Share

Saída do conto de Prosper Merimée e da composição musical de Georges Bizet, a cigana Carmen chega ao Teatro Municipal esta noite. Levada pelos pés e pela voz da mezzo-soprano Clarice Prietto, “Carmen” é a primeira das três óperas que serão encenadas no tradicional palco este mês. Nas próximas quinta e sexta-feira, será a vez da apresentação de “Caso no júri”, uma adaptação brasileira de “Trial by jury”, composta pelos ingleses William S. Gilbert e Arthur Sullivan, em 1875. Já no fim de semana seguinte, “Domitila” entra em cena para encerrar a programação do projeto Óperas de Inverno.

Na história recente do Teatro Municipal, é a primeira vez que três óperas ocupam a agenda do mesmo mês. De acordo com a diretora-geral do espaço, Marilda Ormy, há a intenção de repetir o projeto no próximo ano.

— Queremos trabalhar com a formação de plateia dentro da diversidade cultural que nós temos — explica.

A ópera “Carmen” reúne as composições eruditas de Bizet com dança e música flamencas. Já a história de “Caso no júri”, de um homem que abandona a noiva no altar, foi transportada no tempo e no espaço: da Inglaterra do século XIX para o Rio da década de 20. A versão brasileira é de José Henrique Moreira. Por fim, “Domitila”, interpretada por Neti Szpilman, é um romance histórico, que tem como mote as cartas originais trocadas entre o imperador dom Pedro I e sua amante, a Marquesa de Santos.

Erudito e popular entram em cena

Algumas das cartas escritas por D. Pedro I à sua amante Domitila de Castro Canto e Melo foram musicadas pelo compositor Guilherme Ripper e serão cantadas pela soprano Neti Szpilman na ópera “Domitila”, sob a direção de Luiz Kleber. A artista afirma que ficou encantada pelo romance e pela possibilidade de mostrá-lo ao público. Antes das apresentações, a historiadora Ângela Moliterno fará uma participação especial, levando ao público informações sobre o casal.

— Acho que tenho que fazer o serviço de mostrar esse período da História do nosso país usando a arte — afirma Neti.

Ela será acompanhada no piano por Maria Luiza Lindenberg, no clarinete por Moisés Santos e no violoncelo por Luciano Correa. Além de atuar em “Domitila”, Neti também é responsável pela direção cênica de “Carmen”, a mulher sedutora cobiçada por dois homens que é vítima de um crime passional. Na versão interpretada por Clarice Prietto, a obra ganhou novos trechos voltados à música flamenca e baseados no conto de Merimèe.

— Não há fronteiras entre o erudito e o popular, e conseguimos combinar o flamenco com a composição clássica de Bizet — explica Clarice.

Ela será acompanhada no palco por mais três solistas, um coro de 14 pessoas e cerca de 60 dançarinos de flamenco.

A apresentação de “Caso no júri” também terá cerca de 80 artistas, entre os músicos da orquestra, os solistas e o coro. O espetáculo é uma parceria entre a UFRJ e o Conselho Cultural do Poder Judiciário do Estado. O espetáculo conta a história do julgamento de um homem que abandona sua noiva no altar. A versão brasileira se passa no Rio de Janeiro de 1927 e é tomada por figuras cheias de malandragem. A música também ganhou um toque abrasileirado. José Henrique Moreira, autor da versão nacional e diretor cênico, aposta nesses elementos para conquistar o teatro.

— A versão brasileira se aproxima do público, que consegue identificar aqueles personagens — resume.

Programe-se

‘Carmen’

Dias 6 e 7 às 19h. Ingressos a R$ 50, com meia-entrada.

‘Caso no júri’

Dias 11 e 12, às 19h. Ingressos a R$ 10 , com meia-entrada.

‘Domitila’

Dia 20, às 20h, e dia 21, às 19h. Ingressos a R$ 50, com meia-entrada.

Teatro Municipal
Rua Quinze de Novembro 35, Centro.
Tel.: 2620-1624.

Fonte: O Globo

Bookmark and Share

Foi anunciado para agosto o início da primeira fase do programa Bairro Novo, que realizará obras de drenagem e pavimentação em 177 ruas da Região Oceânica de Niterói até o fim de 2016. O projeto, em parceria com o governo do estado, vai contemplar nesta etapa inicial — prevista para ser concluída daqui a um ano — 26 ruas de Piratininga, 15 do Tibau, dez da região do Jacaré, sete em Camboinhas e 22 no Maravista. São prometidas a drenagem e a pavimentação em 43 quilômetros de ruas, além da construção de calçadas, implantação de um novo sistema de iluminação pública e arborização.

O prefeito Rodrigo Neves explicou que vai determinar quais ruas serão as primeiras beneficiadas a partir de uma consulta a moradores da região. Ele estima que esses encontros sejam promovidos ainda este mês com líderes comunitários e secretariado. O prefeito não explicou, porém, como serão feitas essas convocações nem onde as reuniões acontecerão. Depois desse mapeamento, as sugestões serão encaminhadas à área técnica municipal, que estabelecerá as prioridades na execução das obras. O objetivo, segundo o prefeito, é drenar e pavimentar todas as ruas da Região Oceânica até o fim de seu mandato.

O investimento total do projeto será de R$ 70 milhões, sendo R$ 60 provenientes do estado e R$ 10 milhões da prefeitura.
— Esse programa é histórico. Há mais 40 anos Niterói aguarda esse investimento numa das regiões mais bonitas, mas que tem a maior parte das ruas sem pavimentação. O Bairro Novo tem como objetivo dar qualidade de vida à população. É o maior investimento já feito na Região Oceânica — destaca Neves.

A segunda etapa do programa começará em julho de 2014, quando novas ruas serão beneficiadas. E a terceira fase será concluída em dezembro de 2016.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Motoristas habituados a parar na orla de Charitas e São Francisco, em Niterói, foram surpreendidos, esta semana, com a instalação de placas indicando o início da cobrança pelo estacionamento rotativo nas ruas do bairro. Nesta terça-feira, funcionários da empresa responsável pelo serviço entregavam panfletos explicando que a novidade vai “ajudar a acabar com a prática ilegal dos flanelinhas”.

Os usuários do espaço, principalmente aqueles que deixam seus veículos durante todo o dia nas proximidades da estação das Barcas em Charitas, não gostaram nada da mudança. A partir de quinta-feira, serão cobrados R$ 3 a cada duas horas de estacionamento, com a possibilidade de se comprar um tíquete válido por 13 horas ao preço de R$ 19,50.

A concessionária Niterói Rotativo contratou 98 agentes para assumirem o comando de 1.050 vagas de estacionamento nos dois bairros. Atualmente, a empresa já detém o controle de 2.520 vagas no Centro de Niterói e em Icaraí. O cronograma prevê a expansão do serviço ainda para Jardim Icaraí, a partir de agosto, Ingá, em novembro, e São Domingos, em dezembro.

A concessão à Niterói Rotativo foi feita em 1999 pelo prazo de 40 anos. O aditivo para a exploração das novas vagas foi assinado em 27 de novembro de 2012. No panfleto entregue aos motoristas é explicado ainda que “este sistema é utilizado nas principais cidades do mundo, o que permite a organização do espaço urbano, melhor ordenamento das vias de tráfego e também a racionalização do uso das vagas”.

Em São Francisco, o sistema irá funcionar de domingo a terça-feira, das 10h às 23h, e de quarta a sábado, das 10h às 2h. Já em Charitas o estacionamento rotativo será de segunda a sexta-feira, das 6h às 19h. Para Dave Macknight, que aluga canoas na orla de Charitas, a cobrança na região é desnecessária e atrapalhará o comércio na região. Ele diz que não há a atuação de flanelinhas na área, nem costumam ocorrer furtos aos veículos.

Continue lendo…

Bookmark and Share

Dentre todas as simpatias de Ano Novo, certamente uma das melhores é estar rodeado de boas energias. No momento da virada, há quem prefira o aconchego do lar, os que curtem estourar o champagne nas areias da praia, mas existe, também, um grupo que não abre mão do conforto, da segurança e dos mimos das festas pagas. Em Niterói e no Rio de Janeiro são muitas as opções de locais que promovem os “réveillons all inclusives”.

O Réveillon Dourado agita os salões do Iate Clube Icaraí, na noite da virada. A festa, assinada pela promoter Marlene Nasser, terá início às 22 horas e contará com decoração especial em tons ouro e branco. A música ficará por conta da banda Swing Rio, que vai embalar a pista com repertório bem eclético, apresentando hits dançantes.

De acordo com Marlene, o objetivo da festa é fazer com que o público curta a passagem do ano como se estivesse em casa.

O Tantra Mongolian Grill, com vista privilegiada para a orla de Icaraí, mais uma vez promete uma grande festa para a passagem de ano, a partir das 22 horas. A festa terá como tema o Songkran, que é o Ano Novo Tailandês e significa “passar ou mover-se para”. Na prática, relembra as festas de réveillon ocidentais, por passar a ideia de deixar para trás o que não deu certo e renovar energias e esperanças para o ano novo. A festa é o brinde ao futuro, ao ano novo que está por vir.

Nesse clima do Songkran, a festa de boas vindas de 2013 contará com a apresentação da Banda JPG, formada por João Ramalho, Phil Braga e Gema. João é filho de Zé Ramalho e Amelinha, e, junto com Phil e Gema, criou uma mistura musical com R&B, Dance, House, Beats e Rock. O convite garante o jantar completo com buffet japonês e café da manhã. As bebidas também estão no esquema all inclusive, com vodka, whisky, espumante, cerveja, refrigerante, sucos e água. O evento conta com a produção do promoter Haroldo Enéas.

 

Leia mais…

Bookmark and Share

As praias de São Francisco, Charitas e Jurujuba, em Niterói, foram reprovadas em todas as avaliações de condições de balneabilidade feitas pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), de janeiro até agora. No outro extremo, as praias de Piratininga, Sossego, Camboinhas e Itacoatiara foram aprovadas em todas as avaliações, sendo que Piratininga e Camboinhas apresentaram algumas restrições.

Foto de Vania Maria B. Parreiras

De acordo com a bióloga Maria do Carmo Maciel, chefe de laboratório do Inea e responsável pela avaliação da água, a praia é considerada imprópria ao banho quando são encontrados acima de 100 enterococos (bactéria de origem fecal) a cada 100 ml. Até esse número, a praia é liberada ao banho, mas com restrições, já que a água não é considerada limpa.

Leia mais…

Bookmark and Share